MENSAGENS SOLTAS DE UMA HISTÓRIA RELATIVAMENTE RECENTE

2008/04/04

CIDEC em Braga encerrou durante as férias



No passado dia 27 de Agosto, os formadores do curso EFA (Educação e Formação de Adultos) finalizaram as suas férias e compareceram nas respectivas instalações, respondendo a uma convocação de quem ainda julgavam ser a mediadora do curso, a Dra. Ester Silva. Durante o encontro, Ester Silva informou os formadores que, no final do mês anterior, o CIDEC despediu a esmagadora maioria dos seus colaboradores (inclusive a própria), não só em Braga como em todo o país, e que as instalações iriam ser encerradas e os cursos interrompidos. A notícia foi recebida com espanto por todos os formadores visto que, até 7 de Agosto de 2007 os formadores mantiveram a sua actividade formativa com naturalidade e foram inclusivamente de férias ignorando a gravidade da situação. Por outro lado, a notificação de encerramento das instalações foi efectuada não pelo presidente do centro de formação, o Professor Ferreira de Sousa, mas por uma ex-funcionária que havia sido despedida havia um mês.

Formadores com pagamentos em atraso
Os pagamentos a formadores do CIDEC sempre foram efectuados por cheque. No entanto, a partir de finais de 2006, os cheques eram atribuídos aos formadores, mas era pedido para que estes não realizassem logo o depósito e que aguardassem por instruções do CIDEC, o que tendia a demorar sensivelmente entre 120 e 180 dias. No dia 27 de Agosto de 2007, perante rumores que os colegas de Leiria já tinham depositado os seus cheques, os formadores de Braga dirigiram-se às suas repartições bancárias no sentido de tentar reaver algum dinheiro. Se a ordem de pagamento foi efectuada aos primeiros formadores, os últimos viram os seus cheques devolvidos.



Os formandos viram os seus cursos interrompidos a um mês do fim
da formação
Formandos preocupados.
Aos formandos, que não recebiam a sua bolsa de formação desde Junho de 2007, foi comunicado que o curso iria ser interrompido durante um mês e que, após esse período, uma nova reunião seria realizada, com vista a retomar-se o curso de formação. O curso em questão havia iniciado em Setembro de 2006 e estava apenas a um mês da finalização da parte de formação em sala, finda a qual os formandos dirigir-se-iam para um período de 3 semanas de formação em contexto de trabalho. A preocupação dos formandos foi notória, uma vez que o curso conferia certificação do 9º ano de escolaridade.

Reinicio da formação
De facto, no final do mês de Outubro, perante uma visita do presidente do CIDEC Ferreira de Sousa, que garantiu tudo estar a fazer para resolver os problemas financeiros, os formadores do CIDEC aceitaram retomar o curso de formação, ainda que não garantido a remuneração dos valores em falta.
(nota: post em desenvolvimento)

8 comentários:

carmen disse...

Pois isto foi mesmo uma puca vergonha.Tudo começou muito bem nós primeiros tempos de curso quando xegou as férias de Agosto. Fomos de férias. Quando viemos estava la no cidec en Bragaos formadores formandos e a nossa coordenadora de curso e esplicou nos a cituação .Nos ficamos lodos de rastos . Viemos mais um mês para casa.Esperamos; Esperamos que noticias boas viesem mas no final não veio foi nada.Comclusão não recebemos os meses que temos em ataso e agora estanos a dificultar a vida porque não temos os nossos diplomas .Agora só espero que a justiça seja feita. Queremos os nossos dinheiros e os nossos diplomas . Isto dava um livro bem rexiado .

carmen disse...

POUCA VERGONHA.MASE PAGUE NOS O QUE NOS DEVE E DENOS OS NOSSOS DIPLOMAS O MASIS RAPIDO EATANOS E A DIFICULTAR AS NOSSAS VIDAS.

carmen disse...

Porque será que isto aconteceu ainda não percebi.Mas que nós de o que nós deve.Quando o curso ainda funcionava ele foi lá e disse que nos pagava e o curso continuaria e nada disso aconteceu .Até agora os diplomas não vieram .Onde estão eles.

Marta N disse...

Eu fiquei revoltada com tudo que aconteceu.
Tudo isto começou quando voltamos das ferias, com eu nesse dia nao tinha ido ao curso a minha colega ligou para mim e disse-me que o curso tinha fechado, eu nao queria acreditar,ate pensei que ela estava a brincar comigo mas logo vi que nao.
Estivemos em casa mais de um mes,ate que viesse alguma noticia.
Depois de algum tempo de espera finalmente o curso começou no dia 29 de outubro e acabou em 28 de dezembro.
Mas desde entao eu os meu colegas estamos em casa, sem receber os messes que temos em atraso e sem receber os nossos diplomas.
Eu so quero o que eu meu por direito nao andei um ano e algum neses no cidec de braga em vao.
ISTO É UMA VERGONHA.

Marta N disse...

O sr João Augusto Ferreira de Sousa foi ate ao cidec de braga para nos explicar o que tinha acontecido e foi nos dito que tudo se ia resolver. Ate hoje ainda nao vi nada. Nos so queresmos o que é nosso será que é dificil?

Ana Veloso disse...

Sou mais uma, de dez formandos da cidade de Braga revoltada com esta situação,tudo correu com normalidade até ao dia 7 de Agosto de 2007 altura em que iniciamos as nossas férias.
Mesmo com alguns meses de atraso nas nossas bolsas de formação,no dia 27 de Agosto chegamos ao cidec com o intuito de terminar o nosso curso, visto que falta apenas um mês para que isso acontece-se, quando inesperadamente a Drª Ester Silva entra na sala de formação e nos informa que o curso iria ser suspenso por falta de verbas. Como delegada de turma liguei para o Professor para saber qual era a situação, obtive como resposta poucas palavras, apenas que tudo se iria resolver, confiamos neste Senhor e acreditamos que realmente tudo se iria resolver, mas na verdade não foi assim realmente acabamos o nosso curso, com muito esforço da nossa parte e principalmente dos formadores que sempre nos apoiaram e trabalharam sem receber e hoje ainda não receberam, nós estamos sem diplomas.
Por isso eu apelo às entidades competentes que resolvam o nosso problema mas também o dos formadores.

André disse...

Não vou estar a falar nas datas em que começou, terminou e voltou a iniciar o curso, pois já é referido pelos meus colegas nos seus respectivos comentários. Apenas deixo o meu comentario como forma de angustia e revolta porque pergunto-me a mim mesmo se valeu a pena, pois na situação em que estamos ( sem diploma ) nao me parece. Tomara eu poder voltar atrás para nao cometer o erro de me inscrever no cidec. Quando fui para o cidec foi com o intuito de "resolver a minha vida" e não de a complicar ainda mais. Só queremos o que é nosso por direito!! Era bom que o responsável se desse ao trabalho de ler os comentários e reflecti-se no que está a fazer. Está a criar um intrave nas nossas vidas.

Bruno disse...

k essa pessoa pague akilo k nos deve a nós e as outras pessoas e mais importante k isso k nos dei os nossos diplomas para k a nossa vida nao atrase mais k já atrasou k a nossa vida vá para a frente